Publicações

EDITORA “ÁGORA” LANÇA O LIVRO:

“EROTISMO, SEXUALIDADE, CASAMENTO E INFIDELIDADE”
da Dra. Ana Maria Fonseca Zampieri

Livro é resultado de uma extensa pesquisa e aborda, sem preconceitos, as crenças, os mitos e a dinâmica da sexualidade humana.
A “Editora Ágora” lançou o livro “Erotismo, Sexualidade, Casamento e Infidelidade – Sexualidade conjugal e prevenção do HIV e da AIDS”, da Dra. Ana Maria Fonseca Zampieri. Com 248 páginas, o livro mostra a sexualidade no cenário do casamento brasileiro heterossexual.
O que se lê em “Erotismo, Sexualidade, Casamento e Infidelidade” é resultado de uma vasta pesquisa realizada pela autora, durante mais de 10 anos, envolvendo casais de todas as classes sociais. “O objetivo é mostrar que a infidelidade sexual – com ou sem envolvimento afetivo – é um fenômeno complexo que sempre existiu e está ligado a várias formas de repressão sexual enfrentadas por mulheres e homens”, explica a autora. “Nossa cultura deseduca e desprepara as pessoas para uma vida erótica saudável no casamento. Ainda nos restringimos mais às técnicas de sexo reprodutivo e não as de sexo erótico”.
Ana Maria Fonseca Zampieri afirma, ainda, que muitas pessoas não se dão conta do potencial da própria sexualidade. “A auto-estima sexual das mulheres ainda é muito baixa. Muitas não conseguem negociar o sexo seguro, seja com o amante ou com o marido. Ainda praticam um sexo que agrade aos homens e as autoconfirme como mulheres.”

EXPECTATIVA SEXUAL

Outra questão que a autora aborda em “Erotismo, Sexualidade, Casamento e Infidelidade” é o alto nível de expectativa que a mulher tem com relação ao parceiro. “Ela espera que ele a ajude a descobrir sua própria capacidade orgásmica, quando ela mesma não se conhece. Os homens não foram educados a respeito das mulheres”, conta Ana. “Com isso, elas acabam se frustrando porque os maridos não são capazes de satisfazê-las. Os maridos, por sua vez, se frustram porque se sentem impotentes e se escondem desse fracasso, buscando a infidelidade para realizar seus desejos fora do casamento.”
A autora propõe aos casais formas de comunicação entre marido e mulher. Para o necessário autoconhecimento sexual, ela indica a autoexploração – a masturbação, que ainda hoje, é considerada tabu e freqüentemente vinculada à idéia de solidão e não de parceria.
Ana Maria Zampieri mostra também que a sexualidade deve acontecer em quatro dimensões: biológica, psicológica, social e espiritual. “Mas infelizmente, a força da cultura é maior que a da educação”, diz.
“Erotismo, Sexualidade, Casamento e Infidelidade” é uma leitura recomendada a médicos, psicoterapeutas, assistentes sociais e a todos os profissionais em busca de embasamento em sexualidade no mundo contemporâneo. A vastíssima bibliografia, em si, é de valor inestimável.

A AUTORA

Foto1A professora Dra. Ana Maria Zampieri formou-se em Psicologia pela USP em 1975. Fez duas pós-graduações:
Terapia Sistêmica de Casais e Famílias, na PUC-SP, em 1994 e Terapia Sexual, pela Sociedade Brasileira de Sexualidade Humana, em 2000. Conquistou os títulos de mestre e doutora em Psicologia Clínica pela PUC-SP, em 1995 e 2002, respectivamente.
Sua atividade profissional é intensa. Tem participação ativa em várias associações da categoria, em comissões científicas de congressos, formando cursos de especialização em Psicodrama e Terapia de Casais e Famílias em São Paulo, Bauru, Taubaté, Rio de Janeiro, Goiânia e Brasília.
Seus artigos científicos sobre sexualidade e prevenção de HIV / AIDS têm sido publicados em revistas especializadas no Brasil e no exterior:
(África do Sul, Argentina, Cuba, Espanha, França, México e Peru).
É co-autora de vários livros, entre eles, “Psicodrama em empresas”, da Editora Ágora, e autora de “Sociodrama Construtivista da AIDS” – Editora Psy, de Campinas.